O valor de um “eu te amo”

O que algumas pessoas temem dizer e outras dizem como se fosse absolutamente nada? 3 palavras, 7 letras.
Quando foi que um “eu te amo” perdeu o seu próprio valor?

Quando foi que essa frase perdeu todo o seu significado?
Você já parou pra pensar no estrago que pode causar declarando um falso amor?
Creio que você já deve ter ouvido falar que as palavras têm poder, e tem mesmo, cuidado com o que diz!

Pode até parecer um absurdo, mas muitas vezes a agressão verbal chega ser pior do que a agressão física, é tão traumatizante quanto. As palavras permanecem na mente e ficam marcadas pra sempre, nada que você faça vai apagar, não importa com quem você esteja ou onde esteja, só cabe a nós seguirmos em frente e supera-lás, e superar não é esquecer.

Eu não sei quais foram as suas experiências e tão pouco o que você está passando ou sente nesse momento, mas olhe ao seu redor e veja quanto o amor parece não ser mais o mesmo, parece não ter mais a mesma importância que um dia já teve, reflita sobre o impacto que isso pode ter na sua vida de acordo com as suas escolhas.

As pessoas andam perdidas, parecem estar cada vez mais distantes do verdadeiro sentido da frase. Andam se prejudicando, se julgando, se matando, dentre tantas outras coisas horríveis…

Amar não é a ausência em momentos ruins, amar não é dizer o que o outro quer ouvir e sim do que precisa, amar é tentar resolver as coisas e não jogar tudo pro alto só por que você não soube lidar com a situação. Amar não é só encher alguém de presentes e favores, amar vai muito além do que fotos postadas frequentemente em redes sociais, ou espalhar aos quatro cantos da terra sobre o seu relacionamento, afinal, é pra ser vivido e não divulgado.

Qual é a dificuldade que muitas pessoas ainda tem de entender e praticar a responsabilidade afetiva?

Um “eu te amo” não só diz muito sobre o que você sente, ele também diz sobre quem você é, te permite conhecer uma nova versão de si mesmo, revela teu nível de lealdade, capacidade, caráter e comprometimento. Ele gera no outro uma expectativa, e na maioria das vezes, nada além do óbvio.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13: 4-7

E quando foi a última vez que você viu algo assim?
Sejamos sinceros, por aí à muito mais “amor” que trai, que mente, que engana, que magoa, que se distancia e que te deixa pra depois. Infelizmente é desse jeito.

Não se iluda com as pessoas, não espere ter alguém que te mostre o que é ser amado, se ame em primeiro lugar! Também não espere um conto de fadas, porque ele não existe, e muitas vezes chega disfarçado de falsas declarações e falsas promessas.

Amor, um sentimento inexplicável e quase que indescritível, mas como já dizia Monte Castelo de Renato Russo:

“O amor é o fogo que arde sem se ver.
É ferida que dói e não se sente.
É um contentamento descontente.
É dor que desatina sem doer.
Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.
É um não querer mais que bem querer.
É solitário andar por entre a gente.
É um não contentar-se de contente.
É cuidar que se ganha em se perder.
É um estar-se preso por vontade.
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.”

Longe de mim querer te fazer desacreditar desse sentimento tão lindo e incrível que é o amor, a intenção aqui é te fazer refletir sobre isso, é restaurar o que se foi perdido, é fazer entender a verdadeira essência do que é amar o outro, e perceber que merecemos muito mais do que palavras ao vento, ditas da boca pra fora.
Dê valor as pessoas certas, saiba reconhecer quando for real e seja feliz!

Texto por Paula Dominick.


Hoje, 12 de junho, é comemorado o dia dos namorados no Brasil. Eu desejo toda felicidade dessa vida a todos os casais apaixonados. E para aqueles que vivem uma verdadeira farsa, porém, infelizmente ainda não conseguem enxergar ou preferem fingir que não estão vendo, por não conseguir aceitar e nem se desprender, eu desejo que encontrem a saída e parem de se enganar.

3 comentários sobre “O valor de um “eu te amo”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s